TECH REPORT

2019 

PANORAMA SETOR DE

TECNOLOGIA CATARINENSE

Realização

Produção técnica 

Web 

LOGOTUPIX.png
logo_lagoasoft_webapplications.png

/

O que é o programa?

A inovação está fundamentalmente transformando as habilidades necessárias para o ambiente de trabalho contemporâneo. No Brasil, jovens com ensino superior apresentam vantagem de 10 pontos percentuais na taxa de ocupação em relação aos que possuem somente o ensino médio. Ainda assim, o país possui um dos menores percentuais de jovens vinculados à educação profissional.

Ao mesmo tempo em que as tecnologias para educação encontram oportunidades de ampliação do acesso à educação no mercado nacional, também se deparam com desafios de adequação dos sistemas educacionais. Construir sistemas educacionais preparados para o futuro requer novas soluções de aprendizados, que envolvem características gamificadas e personalizadas.

O futuro da educação, da formação profissional, das demandas dos alunos e das plataformas de ensino estão no foco das ações e debates promovidos pela Vertical Educação. A Vertical conta com 30 empresas que desenvolvem e comercializam soluções inovadoras para instituições de ensino ou mesmo para empresas e indústrias. São produtos e serviços em áreas como ambiente virtual de aprendizagem, aplicações de conteúdo para ensino à distância, sistema de avaliação e gestão acadêmica, aplicativos mobile, soluções de tutoria e vários outros projetos.

Fonte: ACATE, INEP - Education at a Glance, World Economic Forum.

30

empresas

R$170

milhões

de faturamento

540

empregos

gerados

Produtividade

R$272 mil

por colaborador

Case

Colaboração: Juntos, somos mais fortes que sozinhos

Ao longo de três diretorias pelas quais a Vertical Educação já passou, uma ideia em comum norteou as diversas ações realizadas: a construção do conceito de grupo e colaboração. Para a atual diretora da Vertical, Nadine Heisler, este é o grande legado do grupo e o case de maior sucesso. “O momento em que a gente percebe que agindo de forma colaborativa, como grupo e como ecossistema de educação, pensando acima dos interesses individuais de cada empresa, , todos saem extremamente fortalecidos e isto é de muita importância para a educação no nosso Estado”, declara Nadine.

A construção do conceito de grupo e colaboração dentro da Vertical Educação teve início com o projeto do Cluster de Inovação em Educação, alinhamento com o Governo do Estado de Santa Catarina para viabilizar parcerias público-privadas, por meio da Vertical Educação e suas empresas associadas. O objetivo principal do Cluster é tornar Santa Catarina referência mundial em inovação na educação, reunindo empresas de tecnologia que desenvolvem soluções voltadas para educação formal e corporativa e melhorar a qualidade da educação no Estado. “Por meio do Cluster, buscamos estimular a interação entre os atores do ecossistema de inovação do Estado, contribuir para o fortalecimento do setor tecnológico em SC, ampliar a cooperação público-privada e fomentar o uso de soluções inovadoras na rede de ensino catarinense”, relata Nadine.

 

Este projeto conduziu a Vertical à busca por parcerias com instituições de ensino superior, o que resultou no projeto piloto de parceria com a Associação Beneficente da Indústria Carbonífera de Santa Catarina (SATC), e ajudou a consolidar a visão de grupo da Vertical. “Nós ganhamos maturidade para entender que a gente, enquanto grupo, é mais forte do que sozinho. Todas as ações que nós estamos fazendo este ano fazem parte deste conceito maior de colaboração entre empresas que atuam voltadas para um mesmo setor, que poderiam se perceber como concorrentes, mas que se identificam hoje como coautoras de um ecossistema de inovação na educação”, conclui Nadine.

Uma iniciativa do Governo do Estado para tornar Santa Catarina referência mundial em inovação na educação

b_educ.png
b_mani.png
b_agro.png
b_iot.png
b_varej.png
b_segur.png
b_econcria.png
b_sust.png
b_constr.png
b_concloud.png
b_funt.png
b_saude.png
b_energia.png

Navegue pelas demais Verticais de Negócios e explore novos cases e os números que estão ajudando a levantar a economia catarinense.